• fotos_blog

Por que as profissões estão seguindo uma tendência para a área tecnológica?

Oscar Führ Redator

10/02/2020

Segundo um levantamento do Linkedin sobre “Profissões Emergentes” de 2020, a tendência é que profissões relacionadas com tecnologia se destaquem. Das 15 profissões listadas, 13 delas estão ligadas, de algum modo, a setores tecnológicos. Para se ter noção, as duas primeiras colocadas são gestor de mídias sociais e engenheiro de cibersegurança.

O levantamento foi feito com base na análise de perfis abertos na rede social e a identificação do grupo de profissões que mais envolveram contratações e expansão entre 2015 e 2019. Apesar de ser uma análise para este ano, ela pode ser vista como uma tendência para o futuro também.

Big data, Internet das coisas, realidade virtual e inteligência artificial são termos novos, mas que ficarão cada vez mais populares nos próximos anos. A evolução da tecnologia exigirá dos profissionais a preparação adequada para executar novas funções.

Em uma projeção encomendada pela Dell Technologies que entrevistou 3.800 líderes de médias e grandes corporações em 17 países, há uma estimativa de que 85% das profissões que existirão em 2030 ainda não foram criadas.

Essa mudança na dinâmica trabalhista fará com que funções mecânicas se tornem automatizadas. O foco se voltará para atividades de raciocínio, gerenciamento e criação de ideias inovadoras. Um palpite da projeção é que as profissões das áreas de ciência, tecnologia, engenharia e matemática tenham mais chance de sucesso.

E como ficam as redes sociais?

Apesar das profissões do futuro estarem relacionadas com áreas de conhecimentos matemáticos, é importante ressaltar que a profissão que está na primeira colocação no levantamento do Linkedin é a de gestor de mídias sociais. Isso porque as redes sociais fazem parte da vida das pessoas e não deverão sair tão cedo.

Embora seja difícil de fazer previsões concretas sobre elas, já são percebidas algumas mudanças nas redes existentes e algumas tendências já ficam mais perceptíveis.

A primeira delas é a humanização das publicações, algo que já vem sendo discutido há algum tempo. O foco principal nessa afirmação está no fato de as pessoas esperarem experiências mais próximas as suas realidades.

Outra mudança são as segmentações das redes sociais em nichos menores, voltadas para ideias mais exclusivas e para pequenos grupos. Deixa-se de lado o macro para atender o micro.

Por fim, mas não menos importante, a ênfase em privacidade e segurança. Devido aos recentes escândalos envolvendo vazamentos de informações pessoais, essa passou a ser uma prioridade na vida dos usuários de redes sociais e deve ser decisiva em um futuro próximo.

A manada da Arroba Design está atenta às mudanças e tendências do mundo digital. Aqui você encontra a preparação necessária para fazer a sua empresa voar nas principais mídias sociais. Entre em contato e saiba como podemos te ajudar a alavancar o seu negócio.


Sobre o Autor

author Em estado natural de surto (mas tranquilo).